Cordel da Consulta Popular

Cordel da consulta popular

1

Peço licença meu povo

Para uma historia contar

Que acompanha nossa vida

E a vontade de mudar

Construindo o instrumento

A consulta popular

2

Nossa historia faz parte

De uma longa caminhada

De vida, alegria e riso

 Samba, forró, embolada

Mas, também dor e tristeza

De vida que foi sangrada!

  3

Esse sangue derramado

Fez brotar nossa semente

De lutadores e lutadoras

Querendo seguir em frente

Com a história na mão

Olho firme no nascente

4

Se for pra marcar um dia

De quando a gente surgiu

Lembrem a marcha do MST

Que juntou mais de cem mil

Renovando as esperanças

De um projeto pro Brasil

5

E foi lá em itaici

Que fissemos a opção

De organizar um processo

Querendo a refundação

Da esquerda brasileira

Pra fazer transformação

6

Uma marcha organizamos

Para poder consultar

A população brasileira

E os desafios elencar

Essa marcha é conhecida

Como marcha popular

7

E foi esse movimento

Que no Brasil se espalhou

Junto com outros esforços

Um mutirão se formou

Lutando por vida plena

Pra quem sempre trabalhou

8

Foram muitas ações

No Brasil, organizadas

Plebiscistos e marchas

Realidades reveladas

Muita luta e formação

Nessas longas caminhadas

 9

Nesse momento bonito

Feito sempre em mutirão

A gente era conhecido

Digo com muita emoção

Como posto que abastece

Renovando a animação

  10

Mas, sob o céu de goiania

fizemos uma reflexão

De conferir ao movimento

Uma melhor organização

foi um passo importante

Para nossa construção

11

Estava nascendo o partido

Com a vontade certeira

Para ser de novo tipo

Nessa luta verdadeira

Cuidando com muita estima

Da revolução brasileira

12

Aceitado o desafio

Naquele histórico horário

Nascia o instrumento

De caráter partidário

Para estar com o camponês

E também com o operário

13

Fiel aos anseios do povo

Aqui no Brasil já formado

De índio, de preto e de branco

Nesse solo misturado

É a classe trabalhadora

Que há muito tem lutado

14

Foi lá em minas gerais

A assembléia terceira

Em homenagem a Apolônio

Um lutador de primeira

Que combinamos a estratégia

Da revolução brasileira

15

Pra dar conta da demanda

Trabalhamos feito o cão

Construindo os setores

Finanças e organização

Mulheres e juventude

Sindical e formação

16

“Foi outro passo importante

Para o caminho relembrar

Porque os nossos direitos

Só vem se a gente lutar

E a liberdade querida

“Vamos ter que conquistar”

17

Nesse chão de salvador

Hoje aqui, nesse momento

Saudando a Marighella

Com o maior sentimento

Novamente preparados

Pra seguir em movimento

18

E vamos juntos meu povo

Homem, mulher e menino

Pegar a historia na mão

Pra acabar com o desatino

Fazer a revolução

E cumprir nosso destino!

Autor: 
Marcos Freitas
Ano: 
2011
  • Formato de biblioteca: