Sindical/operário

Abreu e Lima demite após 20 dias de greve

Abreu e Lima demite após 20 dias de greveDoze dias depois do protesto que terminou com sete ônibus incendiados e equipamento destruídos, o Complexo Industrial de Suape voltou a viver momentos de tensão. Sem prévia notificação, centenas de trabalhadores da obra da Refinaria Abreu e Lima foram surpreendidos ontem no início do expediente, após 20 dias de greve, com a informação de que estavam demitidos por justa causa.

Trabalhadores em greve fecham farmácias em Santos e São Vicente

Mais de 40% dos trabalhadores em farmácias e distribuidoras de medicamentos da Baixada Santista cruzaram os braços nesta terça (21/8), depois de uma manifestação pacífica ocorrida a partir das 10h na Praça Mauá, em Santos, para forçar os patrões a retomarem as negociações salariais com a categoria, suspensas por intransigência do Sincofarma e do Sincamesp, que representam as empresas no comércio varejista e atacadista de medicamentos.

Fonte: 

Fonte: Força Sindical - 21/08/2012

Professores da UFSC decidem suspender paralisação

Valor Econômico - 21/08/2012

Depois de 35 dias de paralisação, os professores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) decidiram suspender o movimento grevista, mas ainda não se sabe quando as aulas recomeçam. A redefinição do calendário depende de uma reunião do Conselho Universitário, marcada para quinta-feira. A decisão da volta às aulas foi anunciada pelo Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina (Apufsc).

DA GREVE À GUERRA

GOVERNO ENDURECE, GREVISTAS INSISTEM
Autor(es): » EDSON LUIZ » PRISCILLA OLIVEIRA » VERA BATISTA
Correio Braziliense - 21/08/2012
 

Proibidos de fazer operação-padrão, policiais federais fecham acesso ao terminal de embarque do aeroporto de Brasília. Na UnB, professores inconformados com o fim da paralisação querem voltar a cruzar os braços

20/08 - Governo padroniza propostas de reajuste e não consegue solucionar impasses com maioria em greve. Nesta terça, mais um Dia Nacional de Luta mobiliza servidores em todo o Brasil

A Condsef começou a segunda-feira participando de cinco reuniões no Ministério do Planejamento: C&T, Inmetro, INPI, Incra/MDA e Lei 12.277/10. Nas quatro primeiras o governo voltou a apresentar reajuste de 15,8% a serem divididos em 3 anos. A padronização das propostas não tem conseguido solucionar os impasses que mantêm cerca de 30 categorias em greve em todo o Brasil. Nesta terca, 21, as categorias voltam a se unir em mais um Dia Nacional de Luta.

Professores da UFPB aprovam continuidade da greve

Os professores da UFPB voltaram a aprovar a continuidade da greve da categoria durante assembleia geral na sexta-feira (17/8), data em que o movimento completou três meses. Dos docentes presentes, 123 foram favoráveis à continuidade, seis foram contrários e quatro se abstiveram da decisão.

Entre os temas principais da assembleia estava a avaliação de alguns pontos da proposta de reestruturação de arreira apresentada pelos docentes ao governo. A pedido do Andes – Sindicato Nacional, todas as associações docentes do País estão fazendo essa análise para subsidiar a elaboração de uma contraproposta de negociação.

 
Um dos informes apresentados durante a assembleia foi a respeito da reunião da Andifes (Associa

ção Nacional dos Dirigentes das Instituições de Ensino Superior) realizada na quarta-feira, 15/8, na qual os reitores das universidades do País decidiram que não vão informar o nome dos professores e dos servidores técnico-administrativo para a efetuação do corte de ponto, como foi solicitado pelo Ministério do Planejamento.

Outro informe diz respeito ao protesto que está sendo organizado pelos estudantes da UFPB, a partir de iniciativa de alunos dos cursos de Serviço Social, Psicologia e Comunicação Social. Trata-se do movimento “Avança Dilma. Eu quero aula”, que será realizado na Praça João Pessoa (Praça dos Três Poderes), em João Pessoa, na próxima sexta-feira (24/8). A concentração será às 15h.

O Comando Local de Greve também informou sobre a situação dos cursos de pós-graduação da UFPB. Segundo o CLG, vários programas de pós já pararam as atividades: Serviço Social, Direito, Psicologia Social, Antropologia, Comunicação Social, Enfermagem e Educação. Estão marcadas para a próxima semana reuniões com os cursos do CCEN e com os cursos de Ciência e Tecnologia e de Educação Física. Haverá também uma reunião com a coordenação do Ensino a Distância.

A próxima assembleia geral está marcada para quarta-feira, dia 22, às 9h, no auditório da Reitoria.

Confira o calendário de atividades da semana:

Segunda-feira, 20/08

9h00 – Reunião com a PG de Ed. Física

Terça-feira, 21/08

14h30 – Reunião do CLG

Quarta-feira, 22/08

9h00 – Assembleia João Pessoa

14h00 – Reunião ampliada com estudantes da UFPB

Quinta-feira, 23/08

9h00 – Reunião do CONSEPE

14h30 – Reunião do CLG

Reuniões em Bananeiras (9h30) e Areia (14h30)

Sexta-feira, 24/08

15h00 – Concentração para o Ato dos Estudantes (Praça dos três poderes) e Marcha a partir das 16h00

Segunda-feira, 27/08

9h00 – Reunião com professores e coordenadores da Ensino a Distância


Bahia tem greve mais longa da história

A mais longa greve do setor industrial completa 44 dias nesta segunda-feira. Funcionários da fabricante de pneus Bridgestone, em Camaçari (BA), estão sem trabalhar desde 1.º de julho. A maior paralisação anterior, de 41 dias, havia sido registrada entre os metalúrgicos do ABC paulista, em 1979, também por reajuste salarial, liderada pelo então líder metalúrgico Luiz Inácio Lula da Silva.

Se de tudo fica um pouco, o que ficou da greve? – Sobre as outras conquistas do movimento


De tudo fica um pouco. Após 52 dias de greve, 40 atividades de mobilização, 22 atos e manifestações de rua, 89 notícias publicadas no blog – que teve mais de 14.600 acessos -, fico refletindo sobre o muito que ficou desse processo de greve.

Luciana Silvestre Girelli

Em greve, seguimos!

    A greve tem colocado em movimento não só a histórica luta por uma educação de qualidade, mas essencialmente a necessidade de formação política e o diálogo com a sociedade sobre os processos educativos.

14/08/2012 Roberta Traspadini