Construir a unidade pela democracia, a liberdade e os direitos do povo

O golpismo incrustado no aparelho de Estado cuspiu na Constituição e na legalidade para atropelar o ex-Presidente Lula e favorecer seus adversários da direita partidária.



O juiz Sérgio Moro, acumpliciado com o Ministério Público Federal e sob o abrigo da mídia, desatou uma operação voltada para constranger aquela liderança política, que essas forças golpistas não perdoam pelas derrotas eleitorais sofridas e pelas políticas que reduziram o desemprego durante uma década e garantiram riquezas nacionais disputadas pelo imperialismo, determinando medidas ilegais e ditatoriais, repudiadas pela unanimidade dos juristas.

Estamos frente a uma ofensiva de quanto existe de mais retrógrado e verdadeiramente corrupto, aqueles que anseiam por entregar a mãe pátria às garras do capital internacional e seus lacaios locais, no estilo dessas autoridades de fancaria. A agressão de hoje demonstra que esses inimigos do povo não titubearão diante da possibilidade de praticar qualquer violência contra os trabalhadores, o povo e suas lideranças.

A defesa da democracia é determinação a que não podem fugir as forças populares e que aponta para o aprofundamento e consolidação de sua unidade.

A Consulta Popular, integrante da Frente Brasil Popular, por seus militantes, soma-se à orientação de lutar energicamente para derrotar essa ofensiva criminosa e, desde logo, convoca-os e a todo o povo a ir às ruas manifestar sua combatividade e rejeição ao golpe, unitariamente, no próximo dia 18 de março, sob as bandeiras da defesa da democracia, do ex-Presidente Lula e contra o golpe judiciário/midiático que se quer concretizar.

A Frente Brasil Popular, principal instrumento de unidade e reorganização da esquerda e das forças populares, comprometemo-nos a fortalecê-la e enraizá-la realizando plenárias que reúnam e envolvam os lutadores populares na construção da jornada de lutas.

Mais além deste momento, não descuidamos que é necessário concretizar o poder do povo na cidadania e nacionalidade, que serviçais do capital financeiro na mídia, nos espaços políticos e no judiciário vem frustrando e fraudando. Para fazer esse enfrentamento, a Consulta Popular convoca seus militantes e todo o povo a ampliar o processo de discussão sobre a necessidade da convocação de uma Assembléia Constituinte capaz de tornar realidade a máxima de que todo poder deve emanar do Povo Brasileiro.

Pátria Livre! Venceremos.
Consulta Popular

4/3/2016