Continua a greve na UFSCar de Sorocaba

15/06/2012 06:08

Entre outras coisas, professores reivindicam melhoria salarial e reestruturação da carreira AGÊNCIA BOM DIA

jornalismo@bomdiasorocaba.com.br

Desde o dia 4, professores, alunos e técnicos administrativos da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), em Sorocaba, estão em greve. Neste período, eles desenvolvem uma série de atividades de mobilização e mesmo de ação comunitária.

Na verdade, a paralisação é nacional. Nesta sexta-feira (15), das 59 universidades federais de ensino superior, 55 estão em greve.

Os professores reivindicam melhoria salarial e reestruturação da carreira, algo que o Governo Federal vinha negociando com os docentes e pelo qual chegou a fazer um acordo, mas até o momento não o cumpriu. A próxima rodada de negociação está marcada para a terça-feira.

Enquanto isso, o movimento vai ganhando força e motivando até mesmo a discussão de protesto semelhante em outros setores do funcionalismo público federal como os médicos, por exemplo.