Hasta siempre Comandante

Hombre, hombre sin muerte,
la noche respiró tu suerte,
hombre de buen destino,
y hay luces puestas en camino.

(Silvio Rodriguez)

 
Comandante Fidel,

Você que nos levou à Sierra Maestra e nos mostrou a necessidade de romper a ordem e não uma parte dela, ser subversivo e não ficar nos limites aceitáveis pela burguesia.  

Você que nos conduziu ao triunfo em nuestra La Habana e realizou a necessidade da construção de uma organização forte, com estratégia e centralidade no poder político. 

Você que, com seu exemplo, nos ensinou o amor ao povo, à Revolução dos humildes e com os humildes, num processo permanente de luta no qual não se separa a libertação nacional do anti-imperialismo e da transição ao socialismo. 

Você que despertou em cada militante da América Latina o internacionalismo com os povos do mundo.

Você que se manteve lúcido e produtivo inspirando o amor ao estudo, numa produção de conhecimento engajada e a serviço da transformação.

Você que despertou um continente para a ruptura quando afirmou que o dever do revolucionário é fazer a revolução.  

Contigo, comandante Fidel, apreendemos a dignidade de estar em luta junto ao povo e de acumularmos forças para nos constituirmos enquanto um povo-nação com soberania e alegria. 

Comandante, teu legado nos desafia a utilizar as riquezas do povo brasileiro para garantir a saúde, a educação e o desenvolvimento nacional que atendam os interesses do povo.

São muitas as gerações de lutadores e lutadoras do povo que se encontram em teu exemplo, comandante  Fidel Castro. 

"O que os imperialistas não podem nos perdoar é o fato de estarmos aqui; o que os imperialistas não podem perdoar é a dignidade, a integridade, o valor, a firmeza ideológica, o espírito de sacrifício revolucionário do povo de Cuba." (Fidel)

Comandante Fidel, o que o imperialismo também não perdoa é o fato de seguirmos o teu exemplo. E seguir o teu exemplo é continuar construindo a Revolução Brasileira. É reafirmar o compromisso com a luta antiimperialista, com a transformação social e com a defesa da soberania nacional.

Consulta Popular, novembro 2016