Nota de Solidariedade ao Sindicato dos Bancários de Pernambuco

CONSULTA POPULAR vem, por meio desta nota, expressar sua total e irrestrita solidariedade ao SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE PERNAMBUCO e à sua Presidenta, SUZINEIDE RODRIGUES DE MEDEIROS, em face dos ataques reacionários e conservadores perpetrados pela Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB/PE), em verdadeira cruzada de criminalização da luta desta categoria obreira, ao mover ação judicial com fim de esvaziar o movimento paredista e, principalmente, ao requerer ontem (28/9) a aplicação de pesada multa diária à entidade sindical e a prisão desta presidenta. Tal postura criminalizante e atentatória da OAB/PE ao exercício desse direito coletivo e fundamental de toda classe trabalhadora, que é o de lutar por direitos por meio da greve, merece o repúdio de toda sociedade civil pernambucana.

Aquela entidade de classe que cumpriu um importante papel na luta pela redemocratização do Brasil, no final da ditadura militar, e na afirmação dos direitos fundamentais na carta constitucional de 1988, infelizmente nos últimos anos vem se colocando em uma posição conservadora e a serviço dos setores golpistas, descumprindo inclusive com a sua missão institucional de defesa do Estado Democrático de Direito, da efetivação dos direitos humanos e da justiça social.   

 A conduta da OAB/PE, neste episódio, apenas mostra mais uma vez de que lado ela se coloca na luta em defesa da democracia em nosso país e na luta por direitos da classe trabalhadora: do lado dos setores políticos que conspiraram e executaram o Golpe judicial-parlamentar no Brasil. Neste caso, ela se apresenta como braço auxiliar do capital financeiro e dos grandes Bancos, atuando de forma a violar o legítimo e constitucional direito de greve, em claro proposito de impedir a luta dos trabalhadores/as bancários/as por reajuste salarial, em face dos aumentos estratosféricos dos lucros das entidades bancárias, e melhores condições de trabalho.

 Temos clareza de que com o Golpe em curso e o Governo ilegítimo e usurpador que está ai, diante do rompimento do pacto republicado e democrático firmado na Constituição de 1988, temos a verdadeira ausência hoje de um Estado Democrático de Direito no nosso país, de modo também que uma agenda neoliberal de redução de direitos sociais e privatização de nossas riquezas nacionais vem sendo implementada. Nessa conjuntura, todos/as aqueles/as que fazem luta social em nosso país estão sob risco de criminalização e de sofrerem com o braço duro da repressão, seja de forma violenta, seja pelas vias institucionais e simbólicas. Desta forma, nos colocamos ao lado e em solidariedade ao SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE PERNAMBUCO na defesa dos direitos sociais dos trabalhadores/as bancários/as de pernambuco e no seu legítimo exercício da luta por uma greve que já é histórica pelo grau de mobilização atingido e pela resistência por quase 1 mês conseguida. Pátria Livre! Venceremos! Somos a Consulta Popular! #ForaTemer CONSULTA POPULAR - PERNAMBUCO