Por que derrubamos o busto de Suplicy de Lacerda?


No dia 01 de abril de 2014 o Levante Popular da Juventude, juntamente com outros movimentos de estudantes e organizações, Coletivo Tarifa Zero, Coletivo Quebrando Muros, Coletivo Rua – Juventude Anticapitalista, PSOL, PCB e CALC, - com o apoio do Fórum Paranaense de Resgate da Verdade Memória e Justiça - derrubou o busto do ex-reitor e ex-ministro da educação Flávio Suplicy de Lacerda.

Suplicy foi ministro da Educação no governo do General Castelo Branco, de 15 de abril de 1964 a 8 de março de 1965, e de 22 de abril de 1965 a 10 de janeiro de 1966, sendo um dos agentes coniventes com a ditadura e o principal responsável pelo acordo MEC-Usaid, que visava transformar o ensino brasileiro num projeto tecnocrático, alinhado aos interesses imperialistas dos EUA e do capital estrangeiro.

Lembramos o que aconteceu em maio de 1968, quando estudantes arrancaram o busto de Suplicy de Lacerda e o arrastaram pelas ruas de Curitiba. E o faremos quantas vezes forem necessárias! Até que essa herança maldita da ditadura militar possa ser retirada de nossas costas!

Nesse 1° de abril, ao lembrarmos os 50 anos do golpe militar que assolou nosso país, consideramos ser inadmissível que tal monumento ainda hoje permaneça na Universidade Federal do Paraná, uma instituição pública e que deve servir aos interesses do povo brasileiro, e não exaltar um agente da ditadura.

Esperamos que a Comissão da Verdade da UFPR e a Comissão da Verdade Estadual – PR possam encaminhar, junto aos movimentos sociais e sociedade civil, o busto para o devido lugar de memória que lhe cabe. Que seja lembrado como um Agente da Ditadura Militar, que tentou privatizar o ensino público e submete-lo ao jugo dos imperialistas. Nossas homenagens devem ser feitas aqueles e aquelas que ontem e hoje lutaram pela consolidação da Democracia e da Justiça!

Por memória, verdade e justiça!
Fora Suplicy!
Levante Popular da Juventude – PR, 01/04/2014.