Por todo o Brasil começam os atos em defesa da Petrobrás, da Constituinte e por mais direitos

Na Bahia, manifestantes já estão no prédio da Ediba, unidade da Petrobrás no Itaigara, bairro da capital baiana. A jovem, militante do MST e do Levante Popular da Juventude, Gabriela Fontes, é uma das centenas de pessoas presentes. "Eu e meus companheiros viemos da Marcha Estadual do MST pra cá. Estamos desde segunda, dia 09, marchando de Feira de Santana a Salvador em defesa da Reforma Agrária Popular. Mas nós, Sem Terra, temos a consciência de que com esse congresso dominado pelo agronegócio, pelo capital financeiro internacional, não vai ter reforma agrária. Ou se tem Constituinte pra mudar o sistema político ou não iremos avançar. Para isso a unidade entre trabalhadores do campo e da cidade é decisiva!"

 

 

 

Fonte: Comunicação Oficial dia 13.