Projeto Popular para educação


As raízes do ensino em nosso país se confundem com as do conservadorismo e as do elitismo, sempre privilegiando as camadas mais ricas. A luta para que o povo tenha acesso à esse direito fundamental é, portanto, uma luta histórica.
Nos últimos anos, ocorreram importantes modificações na educação do país. Algumas políticas públicas e muitas lutas sociais garantiram a ampliação do ensino profissionalizante e aumentaram a oportunidade de mais jovens entrarem na universidade. Essas políticas, entretanto, têm de ser acompanhadas de mudanças estruturais que garantam aos e às jovens que entram meios para garantir sua permanência e a conclusão dos estudos. Infelizmente, as iniciativas nesse sentido ainda não aforam suficientes. É urgente nos mobilizarmos pela conquista dessas mudanças na estrutura de nosso sistema de ensino!
Devemos lutar pela popularização da educação, em todos os níveis. Ainda hoje, uma parcela muito pequena da juventude tem acesso ao Ensino Superior – menos de 15%.Construir um Projeto Popular de Educação passa pela luta por mudanças profundas na educação brasileira, que garanta mais investimentos e condições de acesso, permanência e conclusão da formação. E, principalmente, nossa educação deve servir para estimular o questionamento, e não a acomodação, para que o povo brasileiro se torne protagonista de sua própria história.
Por isso, Levante pelas Cotas, pela Assistência estudantil, por Educação no campo, por Cursinhos Pré-Vestibulares nos Bairros, por Transporte, por Acesso a Cultura, por Creches para Mulheres Jovens, por Regulamentação das mensalidades, por Alfabetização!
Quer participar dessa Jornada Nacional por um “Projeto Popular para a Educação”?
Até o dia 28 de novembro, todos os estados do Brasil onde o Levante está, irão fazer atividades e muitas lutas em torno da educação.