Toda a força à luta de servidores, professores e povo paranaense!

 

Nota da Organização Consulta Popular - PR

Já no início do segundo mandato, o desgoverno Beto Richa conseguiu a proeza de quebrar vários setores do Estado, caso da educação, saúde, serviço público, comunicação, segurança pública, entre outros.

Um desmonte geral, que agora cobra o seu preço no arrocho contra os trabalhadores, enquanto o governador apenas amplia seus privilégios. 

A organização Consulta Popular, instrumento político que agrega lutadores por um Projeto Popular para o Brasil, manifesta que a greve estadual de professoras, professores e de todo funcionalismo público tem a força e a legitimidade para impulsar um importante período de lutas no Paraná, reafirmando o direito de greve, a manutenção de direitos e a necessidade de uma mídia dos trabalhadores – frente aos ataques das empresas de comunicação.

A ocupação da Assembleia Legislativa do Paraná, desde a tarde do dia 10 de fevereiro, escancara o déficit de participação popular em nosso sistema político, nas esferas municipal, estadual e nacional, em que prevalecem as candidaturas milionárias – e os representantes dos trabalhadores são uma minoria.

Dado o absurdo do pacote de maldades proposto pelo Executivo, parte da ampla base aliada de Richa votou contra a proposta, o que foi insuficiente para impedir o tratoraço e a falta de democracia que caracterizam a sua gestão. A ocupação da Assembléia Legislativa do Paraná, a Casa do Povo, foi necessária e conta com apoio da população.

Por conta da falta de representação popular e pela inexistência de instrumentos de controle social sobre os atos dos governantes, a Consulta Popular luta por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, a qual se apresenta urgente diante dos desmandos que os políticos do estado perpetraram contra o povo paranaense.

Esta semana de lutas no Paraná ficará marcada como histórica, e é apenas o primeiro passo para que os trabalhadores organizados, a juventude e a população pobre exijam o que é seu de direito e ocupem os espaços de decisão que lhe são proibidos.

Abaixo todas as cercas!

Contra qualquer forma de despejo e repressão contra os manifestantes!

Por Constituinte Já e por um Projeto Popular para o Brasil!

 

Curitiba, 11 de fevereiro de 2015.

AnexoTamanho
Nota da Consulta Popular-PR.pdf289.82 KB