Pernambuco

Nota Pública: Posicionamento da Consulta Popular-PE sobre as eleições 2018

 

A Consulta Popular é uma organização política que busca contribuir na construção de um Projeto Popular para o Brasil. Este projeto é a força social organizada do povo brasileiro, lutando para executar seu programa político de mudanças estruturais na sociedade.Ainda que não seja o único momento da luta política e ideológica, acreditamos que o período eleitoral é importante para a reafirmação do Projeto Popular.Diante do golpe em curso no país, urge a necessidade de retomarmos um processo democraticamente legítimo no Brasil, uma vez que a retirada da presidenta Dilma Rousself da presidência, sem que a mesma tenha cometido nenhum crime fiscal ou de improbidade administrativa, desrespeitou o pacto democrático conquistado pelo povo com a Constituinte de 1988.

OS EPISÓDIOS RECENTES DO GOLPE REAFIRMAM A PODRIDÃO DO SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO

     

  A atual conjuntura apresenta uma crise do sistema político brasileiro que não possui precedentes. Os desdobramentos a partir do Golpe de Estado que destituiu a presidenta Dilma Rousseff, gerou uma instabilidade político-administrativa impossível de ser superada pelo desgoverno impopular e ilegítimo do #ForaTemer. Somada à sua incapacidade, os sucessivos processos judiciais que seus membros estão sofrendo, escancara a face perniciosa e antiética da burguesia brasileira que, agora, está se digladiando na condução dos próximos episódios do Golpe. A depender do andar da carruagem, o Brasil pode passar por outro processo de impeachment.

Brasil de Fato PE - Edição 13

Nota de Solidariedade ao Sindicato dos Bancários de Pernambuco

CONSULTA POPULAR vem, por meio desta nota, expressar sua total e irrestrita solidariedade ao SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE PERNAMBUCO e à sua Presidenta, SUZINEIDE RODRIGUES DE MEDEIROS, em face dos ataques reacionários e conservadores perpetrados pela Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB/PE), em verdadeira cruzada de criminalização da luta desta categoria obreira, ao mover ação judicial com fim de esvaziar o movimento paredista e, principalmente, ao requerer ontem (28/9) a aplicação de pesada multa diária à entidade sindical e a prisão desta presidenta.