Sergipe

NOTA DE APOIO A OCUPAÇÃO DA RÁDIO XODÓ FM PELO MST

NOTA DE APOIO A OCUPAÇÃO DA RÁDIO XODÓ FM PELO MST

 

A oportunidade e necessidade de aumentar o auxílio-moradia em Sergipe

Para amenizar a situação das famílias despejadas ou em removidas de áreas em situação de risco, especialmente trabalhadores informais que viviam em ocupações urbanas irregulares, o Estado lhes oferta auxílio-moradia no valor de até trezentos reais, com base na Lei 7.150/2011.

O Decreto que Déda não assinou, quem assinará?

Ao ver discussão acerca da condução do legado de Déda, percebe-se contradição ao constatar que sua manifestação pela criação da Comissão da Verdade em Sergipe ainda não fora acatada. Nesse aspecto, fundamental ressaltar que o Governador Jackson Barreto é o mais bem posicionado para consagrá-la.

A saúde para além de pintar muros

 

por Alisson Sampaio* e Nícolas Magno**

Que a saúde pública em Aracaju vem sendo há tempos uma das principais reclamações da população, não há dúvidas. Entretanto, existe uma incerteza no que diz respeito ao impacto que a política de saúde da atual gestão do prefeito João Alves Filho trará para o povo aracajuano, isso devido a medidas antipopulares adotadas desde o início do seu governo e que vêm trazendo ônus para o setor.

8 de Março em Sergipe

Data: 
Ter, 11/03/2014 - 08:00 - 23:58

Localização

praça General Valadão
Aracaju, SE

5ª Plenária Estadual da Consulta Popular Sergipe

Data: 
Sab, 05/04/2014 - 08:00 - Dom, 06/04/2014 - 18:00

Localização

Aracaju, SE

5ª Plenária Estadual da Consulta Popular Sergipe

 

Viva a Consulta Popular!!!

A juventude e os riscos das eleições em Sergipe

As tão comentadas manifestações de Junho de 2013 sinalizaram a disposição da juventude para pleitear interferência estatal a fim de garantir mais direitos.

A Ordem, as Lagartixas e o Plebiscito

Herick Argôlo*

Muitos sabem que o lema da bandeira do Brasil, reinventada após a proclamação da República, foiinspirado na sentença do filósofo positivista Auguste Comte: "O amor por princípio, a ordem por base e o progresso por fim" – à época, optou-se por suprimir o amor como princípio. Hoje, poucos discordam de que sem uma reforma da ordem política, são limitadas as possibilidades de progresso no Brasil.