artigo

Veredas do direito à saúde no Brasil

Últimas da crise e o que nos resta de virtude na política

Nas últimas semanas, o cenário político está mais intenso, mais dinâmico. A crise política e mais especificamente Eduardo Cunha são os centros do noticiário. Nesse turbilhão, é importante trazer algumas reflexões sobre os últimos acontecimentos e apontar em que reside uma oportunidade para afastar a perplexidade que condena tantos brasileiros à inação.

Qualquer semelhança com o pau de arara não é mera coincidência


Sugiro a visualização do vídeo antes da leitura:

É preciso tomar as ruas e barrar o golpe

A Consulta Popular vem a público repudiar o ataque golpista do Deputado Eduardo Cunha contra a democracia. Ao aceitar o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, o corrupto Eduardo Cunha reafirma a agenda golpista dos inimigos do povo: as forças neoliberais e o imperialismo que têm seus interesses representados principalmente nas movimentações antinacionais e antipopulares do capital financeiro, de setores do empresariado, da direita partidária, do monopólio midiático conservador e de setores do judiciário.

PADÊ ONÃ: POR UM NOVO PALMARES

“Vim de longe vou mais longe/Quem tem fé vai me esperar/Escrevendo numa conta /Pra junto a gente cobrar/No dia que já vem vindo /Que esse mundo vai virar”. - Geraldo Vandré

Escrever esse texto na impessoalidade é quase impossível. O assunto que move essas palavras tem uma raiz chamada África e um cotidiano chamado periferiabrasileira. Hoje, 20 de novembro, rememoramos a resistência do Quilombo dos Palmares e visibilizamos a luta e a vida de Dandara e Zumbi.

Despertemos a esquerda adormecida

*Por Herick Argôlo

 Foto: idanca.net
Foto: idanca.net

Em uma mão de Poker, um bom jogador, dentre outras variáveis, leva em consideração não só as cartas abertas na mesa mas também as que podem vir e como seus adversários reagirão a elas. Aquele que planeja uma linha sem avaliar as possibilidades e probabilidades dos cenários futuros está fadado a perder fichas ou, o que é tão ruim quanto, a deixar passar oportunidades de ganhá-las.

Greve na Educação Palmense: a regra tanto aqui quanto acolá é continuar subestimando a inteligência dos educadores e educadoras do povo Brasileiro.

Por Vinicius Luduvice*

Há alguns anos aprendi “com os livros”, e a vida me comprovou que a história se repete como tragédia ou como farsa. Esse tem sido o ciclo letivo da educação escolar brasileira ano após ano, em todos os estados desta nação. Para quem ainda tem dúvidas é só pesquisar da forma mais simples no Google quantas greves nas redes municipal, estadual e federal já tivemos e/ou estamos tendo no Brasil só este ano.

|Editorial Expressão Sergipana| Sistema político brasileiro: quanto vale ou é por quilo?

Propagandear a crise política, para intensificá-la e tornar o governo ainda mais refém do capital financeiro tem sido a tarefa principal da mídia conservadora. A evidência disso, foi o foco dos últimos noticiários sobre o rebaixamento da nota de crédito do Brasil dada por uma agência privada, a Standard & Poor’s (S&P), na última quarta, como se isso fosse o parâmetro de avaliação da política econômica.

Sobre a Constituinte e a Ideia de Mudar o Brasil

Por Vinicius Luduvice*

 

Acreditamos ser perceptível a uma parte significativa da população brasileira que estamos vivenciando um momento conturbado no que diz respeito às questões sociais, políticas e econômicas. Essa mesma percepção acaba condicionando a interpretação de que se trouxermos para o centro das nossas lutas a bandeira da Constituinte, numa conjuntura tão acirrada, podemos perder ainda mais o que nos “resta”. Para esse questionamento, respondemos com outras questões e algumas respostas.